Osteopatia e Quiropraxia

A Osteopatia e Quiropaxia são terapias alternativas realizadas por meio de técnicas manuais, sem utilização de medicamentos, intervenções cirúrgicas ou métodos que agridam o corpo humano. Tanto a Osteopatia quanto a Quiropraxia são especialidades do fisioterapeuta e servem para tratar as estruturas corporais.

Diante de tantas similaridades, muitas pessoas acreditam que se trata da mesma terapia. No entanto, apesar de ambas serem utilizadas para cuidar de dores no corpo, articulações ou costas, elas têm suas particularidades.

A Osteopatia

A Osteopatia foi criada pelo médico estadunidense Andrew Taylor Still em 1874, ela é considerada como uma das práticas da medicina alternativa, e consiste na utilização de técnicas de mobilização e manipulação articular e de tecidos moles.

A medicina alternativa se baseia na crença de que todos os sistemas do corpo estão relacionados, ou seja, se ocorrer uma disfunção em um sistema, isso pode afetar os outros. Além disso, os osteopatas afirmam que a realização desses procedimentos ajudam o corpo a se curar sozinho.

Toda a técnica da osteopatia se baseia em 4 princípios, que foram descritos no livro Filosofia da Osteopatia:

  • A estrutura determina a função. As estruturas são as diferentes partes do corpo e a função é a atividade de cada uma dessas partes. Se a estrutura está em harmonia, não há doença.
  • A unidade do corpo. O corpo consegue se autorregular, reencontrando a harmonia e o equilíbrio. Still relata que o sistema miofascioesquelético consegue guardar na memória os traumas físicos sofridos.
  • A autocura. O corpo tem em si tudo o que é necessário para curar e evitar doenças, mas para isso é necessário que não tenham obstruções nos canais vasculares, nervosos e linfáticos, bem como a nutrição celular e eliminação de dejetos.
  • A regra da artéria. A função arterial é primordial, pois são elas as responsáveis por levar os nutrientes para as células. Se o sistema estiver lento, pode ocorrer acúmulos de toxinas, gerando doenças.

Na prática, a osteopatia é um método de avaliação, diagnóstico e tratamento, que pode ser realizado por médicos e fisioterapeutas, visando restabelecer a função das estruturas e sistemas corporais. Ela é feita através da intervenção das mãos sobre os tecidos.

Diversas doenças podem se beneficiar do tratamento osteopático, dentre elas podemos citar as mais comuns: dores no nervo ciático, lombalgias, dorsalgias, cervicalgias, escolioses, hérnias discais e torcicolos. Além dessas, podem ser tratadas também as entorses articulares, tensões e contraturas musculares, tendinites, epicondilites, dores nos ombros e problemas na articulação temporomandibular (ATM).

Outro uso da osteopatia é a prevenção de lesões, para as pessoas que já sofreram alguma lesão e precisam evitar uma recorrência, tendo em vista o alinhamento corporal. Nos pacientes idosos, a osteopatia proporciona uma melhora na qualidade de vida, pois age em disfunções decorrentes da idade, como dores articulares e tensões musculares.

A Quiropraxia

A quiropraxia é uma área de atuação reconhecida pela OMS (Organização Mundial da Saúde), e que no Brasil, para alcançar o título de Quiropraxista, o profissional tem uma formação de 4 anos de curso superior, podendo também fazer pós graduações em outras técnicas quiropráticas.

De forma geral, a Quiropraxia atua no diagnóstico e tratamento de condições do sistema musculoesquelético, principalmente da coluna vertebral, afetando o estado geral de saúde através do sistema nervoso. Mas ela não trabalha apenas na coluna, podendo atuar nas articulações em geral, como quadril, joelho, tornozelo, ombro, cotovelo e punho. Esta técnica ajuda também no tratamento de diversas patologias, tais como tendinites, bursites, artroses, lombalgias, hérnias de disco, escoliose, cifose, lordose, cefaleias, fibromialgia e muitas outras.

 Ela possibilita o tratamento de diversas condições associadas a complexos de subluxação vertebral, sendo uma técnica mais completa e abrangente, utilizada em diversos casos, promovendo correção de disfunções e alívio de sintomas.

Quais as Diferenças

Essas terapias alternativas, apesar de terem muitas semelhanças, a diferença entre Osteopatia e Quiropraxia está nos detalhes, desde a forma como ocorre o diagnóstico até a maneira com que os profissionais realizam os ajustes.

Por exemplo, embora a Quiropraxia seja mais conhecida pelos estalos, eles também acontecem na Osteopatia. No entanto, o procedimento é realizado com mais suavidade neste último, de modo completamente distinto ao usado pelo quiroprata.

Além disso, na Quiropraxia a coluna vertebral é o principal objeto de estudo, uma vez que é considerada a causa fundamental dos incômodos. Em contrapartida, o osteopata aborda outras disfunções corporais profundamente, como a parte visceral, nervosa ou vascular, sem que a coluna seja o grande motivo das dores.

Quer saber mais sobre Quiropraxia? Então veja o nosso blog.

Quer saber mais sobre a Quiro Arcas? Clique aqui e entenda o nosso procedimento.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato aqui ou através do nosso contato pelo Whatsapp (11) 97188-2710.

Agende já sua consulta na QuiroArcas e saiba mais!

Até mais,

Dr. Gregory Arcas.

Rolar para cima